20 de agosto de 2012

Que seja vontade


Vontade de descobrir seu corpo. O que nunca tive. Te beijar todo pela primeira vez.

Vontade de afagar seus cabelos sem vergonha de olhar em seus olhos e deixar claro o que sinto.

Vontade de estar ao seu lado, mesmo com a distância.

Vontade de matar essa saudade que me mata, beber um vinho com você e adormecer mole ao seu lado.

Vontade de estar com você por horas intermináveis, sem pressa de voltar e sem vontade também.

Vontade que essa vontade não passe e que não seja só vontade.

Um comentário:

Carolinne Ornellas disse...

mas que continue sendo vontade!
:)